sexta-feira, maio 16

Metamorfose

Reescrevendo um momento




No fundo, bem no fundo todos nós queremos mudar, buscamos mesmo inconsientes a transformação redentora, o sonho repetitivo, escondido e reprimido.

Metamorforse completa, de felpuda e urticante lagarta a bela colorida borboleta, mas com o poder de cegar aqueles que suas asas tocarem.

O que na maioria das vezes nos falta é coragem para enfrentar o trauma que toda mudança traz em seu bojo.

Assim continuamos batendo de frente com as coisas/pessoas/lugares/situações que nos machucam.
Mas a certeza da mudança por si só redime;
é um grande alento.

Um comentário:

Lilly disse...

Precisava ler Metamorfose exatamente hoje! Obrigada, mano Uíu de lindo linguajar e alento grande! :)